Projetos Realizados

QUE PEIXE COMER PARA UM CONSUMO SUSTENTÁVEL?

O projeto da LPN tem como objetivos organizar e disponibilizar informação simplificada sobre as principais espécies de peixe consumidas e capturadas em Portugal de modo a possibilitar um consumo de pescado informado da parte dos consumidores. Consiste na elaboração de um website com informação sobre o estado das principais espécies de peixe consumidas em Portugal e alternativas de substituição por espécies mais sustentáveis. Pretende-se também, através de diferentes formas de comunicação, lançar o tema para a discussão pública.


Com o apoio do Programa Gulbenkian Ambiente da Fundação Calouste Gulbenkian

O consumo sustentável foi o tema escolhido para o concurso AGIR AMBIENTE 2009, com o objetivo de contribuir para a alteração de atitudes e comportamentos em busca de padrões de consumo mais solidários, socialmente mais justos, e ambientalmente mais sustentáveis.

Neste contexto convém salientar que Portugal é um dos países onde se consome mais peixe a nível mundial. Em 2005 foi o país da Europa com maior consumo de produtos da pesca: 56 Kg per capita, seguido pela Espanha e França com 41 e 30 Kg respetivamente. A tradição cultural, hábitos de consumo e o elevado consumo de peixe em Portugal são fortes razões para que haja uma maior preocupação e interesse sobre o consumo dos produtos do mar.

Os investigadores alertam cada vez mais para a necessidade de garantia da sustentabilidade dos ecossistemas marinhos, para a gestão dos stocks de pesca e para a preocupação sobre como continuamos a alimentar-nos com peixe sem condicionar as gerações futuras. A pesca é a última grande indústria que explora recursos naturais selvagens para a alimentação. Esta atividade tem alterado dramaticamente a estrutura de muitas populações de peixe, havendo uma taxa crescente do declínio dos recursos marinhos e da biodiversidade associada a estes.

Sendo o produto final da pesca condicionado pelo consumidor, o consumo de peixe é uma fase chave no processo onde as organizações não governamentais podem actuar.

O consumidor é um actor importante em todo o processo e condiciona indirectamente a sustentabilidade da exploração dos recursos marinhos. Desta forma torna-se necessário informar o consumidor e disponibilizar toda a informação possível sobre o peixe que é comercializado para que a escolha seja consciente e adequada a um consumo sustentável.

O projeto da LPN tem como objetivos organizar e disponibilizar informação simplificada sobre as principais espécies de peixe consumidas e capturadas em Portugal de modo a possibilitar um consumo de pescado informado da parte dos consumidores. Consiste na elaboração de um website (www.quepeixecomer.lpn.pt/) com informação sobre o estado das principais espécies de peixe consumidas em Portugal e alternativas de substituição por espécies mais sustentáveis. Pretende-se também, através de diferentes formas de comunicação, lançar o tema para a discussão pública.

O peixe é um dos últimos recursos selvagens utilizado na alimentação e o seu consumo condiciona directamente a sustentabilidade da pesca.

Se tem interesse nestas questões sugerimos que visite regularmente o blog da PONG-Pesca:

Plataforma de ONG portuguesas sobre a Pesca, que a LPN integra:
http://pongpesca.wordpress.com/

Lista dos projetos vencedores:
http://www.gulbenkian.pt/index.php?section=65&artId=801