Notícias

Saída à Tapada Nacional de Mafra – Agrupamento de Escolas Quinta de Marrocos

No passado dia 31 de outubro realizou-se a primeira saída de campo deste ano letivo no âmbito do projeto “Despertar para a Natureza”. No sentido de dar a conhecer e a viver a Natureza esta saída contou com o apoio do Fundo Ambiental.





A Tapada Nacional de Mafra foi o local escolhido pelos alunos do 5º ano e 6º ano (que inclui alunos surdos) e professores do Agrupamento de Escolas Quinta de Marrocos tendo tido a dinamização dos guias da Tapada de Mafra e do professor destacado na LPN – Jorge Fernandes.

Os alunos acompanhados pelos professores efetuaram um percurso pedestre de cerca de 4 km – percurso azul – “Ribeirinho” com a ajuda de um guião previamente efetuado.

Após um breve enquadramento Geológico e Geográfico da Tapada de Mafra seguiu-se paralelamente a uma linha de água descrevendo-se os diversos seres vivos em especial, os líquenes, e a vegetação ripícola. Salientou-se também a importância da existência da vegetação autóctone, de não se descortiçar os sobreiros o que possibilita uma diminuição da intensidade dos fogos florestais.

Ao longo do percurso, para além de se realçar a importância de uma gestão sustentável do ecossistema da floresta, os alunos tiveram também a possibilidade de terem uma informação sobre a história e fauna, observando os gamos, vestígios da atividade dos javalis, geneta e de outros animais.

Houve ainda a oportunidade dos alunos observarem árvores que devido ao porte e idade são classificadas como de Interesse Público e de visitar o Pavilhão da Caça que remonta ao reinado de D. Carlos I., possibilitando-se desta forma uma visita interdisciplinar consolidando alguns conteúdos lecionados, como por exemplo, nas disciplinas de ciências, matemática e história. 

De salientar que ao longo do percurso os alunos mostraram-se de um modo geral muito participativos, intervindo com várias questões.

Aos guias da Tapada Nacional de Mafra e à participação dos alunos e professores o nosso agradecimento pela manhã cultural e contemplativa bem passada em mais uma ação do projeto Despertar para a Natureza.