Notícias

LPN participa na Conferência EUROPARC 2017

A LPN apresentou o exemplo de compatibilização da agricultura com a conservação da biodiversidade de Castro Verde na Conferência do Europarc 2017.





A Conferência Europarc é um evento Europeu de foco internacional, que junta numerosos especialistas de temáticas relacionadas com a conservação do património natural e cultural e o desenvolvimento sustentável de áreas naturais protegidas (Parques e Reservas Naturais, áreas classificadas da Rede Natura 2000 e Reservas da Biosfera da UNESCO).

O tema da Conferência Europarc 2017, que decorreu em Arouca de 6 a 10 de setembro, foi “New voices, new visions, new values – For People and Nature in Europe” (Novas vozes, novas visões, novos valores – Para as pessoas e a natureza na Europa), tendo como mote o papel inspirador dos territórios classificados como áreas naturais e procurando promover um modelo de desenvolvimento socialmente mais inclusivo, ambientalmente mais saudável e economicamente viável. A conservação da natureza e da cultura diz respeito e afeta todos, sendo por isso necessário procurar novas abordagens que contribuam também para gerir o futuro das áreas naturais na Europa.

A Sessão Plenária contou com diversos oradores internacionais que potenciaram uma reflexão global e estratégica sobre as perspetivas dos modelos de gestão e desenvolvimento. Moderados por Daniel Deusdado, Diretor de Programação da RTP1 e RTP Internacional, foi possível ouvir as palavras de António Guterres, Secretário-geral das Nações Unidas, e de Karmenu Vella, Comissário do Ambiente, Assuntos Marítimos e Pescas da Comissão Europeia, que enviaram mensagens de vídeo onde focaram a importância estratégica da defesa do ambiente, das alterações climáticas e da importância de se promover uma maior ligação entre os cidadãos e a natureza (http://europarc2017.montanhasmagicas.pt/en/message-from-the-un-secretary-general-opens-europarc-conference-2017/).

Entre outros, nesta Sessão Plenária estiveram presentes Humberto Delgado Rosa, Diretor do Capital Natural da Direção-Geral de Ambiente da Comissão Europeia, que apresentou o recente Plano de Ação Europeu para a Natureza, Pessoas e Economia (http://ec.europa.eu/environment/nature/legislation/fitness_check/action_plan/index_en.htm), Monsignor Francisco Froján Madero, em representação de Sua Excelência o Papa Francisco, que apresentou as reflexões da Encíclica Papal “Laudato SI: On care for our Common Home” e Marina Silva, anterior Ministra do Ambiente Brasileira, em cujo mandato foi possível reduzir a área de corte na Amazónia.

A LPN participou num dos Workshops onde se debateu a importância da agricultura na gestão das Áreas Naturais, apresentando o exemplo de Castro Verde da conservação das aves estepárias estritamente dependentes de práticas agrícolas extensivas. Esta Área Classificada da Rede Natura 2000, como Zona de Proteção Especial para as Aves (ZPE), que foi parcialmente classificada como Reserva da Biosfera da UNESCO no passado mês de junho, tem sido um exemplo de trabalho em parceria entre a LPN, a Câmara Municipal de Castro Verde e a Associação Local do Campo Branco. A existência de uma Medida Agroambiental associada ao ordenamento do território previsto no Plano Diretor Municipal tem sido ferramentas imprescindíveis para a proteção de aves ameaçadas, como a Abetarda ou o Sisão.