Notícias

Saída de Campo – Do Lizandro à Foz do Falcão “um percurso na natureza com história”

No passado dia 29 de abril, numa manhã com um tempo luminoso e de boa disposição por parte dos participantes, a região do estuário do rio Lizandro, a praia da Foz do Lizandro e a Praia de S. Julião foi o cenário escolhido para mais uma saída de campo da LPN.





Caminhando numa paisagem de inegável beleza, o percurso iniciou-se junto ao vale do Lizandro, na Igreja da Senhora do Ó tendo-se efetuado um enquadramento histórico e natural da região orientado pelo professor destacado na LPN – Jorge Fernandes e pela professora Clarisse Ferreira seguindo um trilho ao longo do vale fértil do Lizandro, pela plataforma rochosa e pelas arribas.

Após um breve enquadramento pré-histórico e histórico da região devido à sua posição estratégica em termos defensivos militares efetuou-se uma caraterização, mais natural ao nível da paleogeografia e tectónica. Os participantes constataram através de testemunhos geológicos de como a paisagem foi em tempos tão diferente e a biodiversidade existente ao nível florístico identificando-se os desafios ambientais na região derivado do impacto da ação humana.

Pela paisagem e modelado cársico, por campos de lapiás e antigas praias observou-se e descreveu-se, a geodiversidade, os diferentes fósseis e aspetos de formações litológicas relevantes e pouco comuns de se encontrarem.

Apesar de não se terem observado muitas orquídeas silvestres que nos  costumam presentear nesta época e que constituía um dos motes para esta saída, ao nível florístico entre outros aspetos, observaram-se espécies invasoras alertando-se para a sua ameaça no ecossistema local, realçou-se a importância que algumas plantas têm na fixação das dunas litorais e a capacidade e estratégias de sobrevivência que algumas plantas têm para conseguirem viver em zonas mais áridas e inóspitas como sejam nas areias das praias e no cimo das arribas litorais.

O nosso agradecimento a todos os participantes e à Clarisse Ferreira por terem proporcionado uma manhã agradável e instrutiva nesta região que revela enormes potencialidades para a investigação e para a realização de saídas de campo.

 

Fotografia de Clarisse Ferreira                                                  Fotografia de Vasco Ferreira


Rudistas                                                                   Algar - Foz do Lizandro