LPN nos MEDIA

Biólogos e ambientalistas querem travar entrada de fármaco em Portugal

Um grupo de biólogos e ambientalistas pretende que o Governo proíba a entrada no mercado do anti-inflamatório "diclofenaco", de uso veterinário, pelas consequências que pode ter para a conservação de algumas espécies, revelou hoje fonte académica.

Dirário de Notícias







....Coordenados em Portugal pela Universidade de Aveiro (UA), cientistas portugueses e espanhóis estão no terreno para apresentarem ao Governo as provas de que o medicamento em causa pode comprometer a sobrevivência de algumas aves, tal como aconteceu na década de 90, no sul da Ásia, com abutres.

O grupo antevê que, se o Governo der "luz verde" à utilização desse anti-inflamatório, também as populações de águias possam vir a sofrer "danos irreparáveis"....


Ler notícia completa aqui