Comunicados de Imprensa

Vamos Salvar a Terra Aravel (Solo)

DIA MUNDIAL DO SOLO - O SOLO, a que geralmente chamamos terra, é fundamental para o ciclo da vida no nosso planeta. No entanto este recurso, que é finito e irrecuperável, tem vindo a ser sujeito às mais variadas agressões.




O SOLO, a que geralmente chamamos terra, é fundamental para o ciclo da vida no nosso planeta. No entanto este recurso, que é finito e irrecuperável, tem vindo a ser sujeito às mais variadas agressões.

A função do solo mais reconhecida é o suporte para a produção de alimentos. Solos férteis e saudáveis sustentam o crescimento das plantas, fornecendo nutrientes, armazenando água e agindo como substrato no qual as plantas desenvolvem as suas raízes. A taxa atual de degradação do solo ameaça a capacidade das gerações futuras de chegar a essa necessidade básica: sem solos férteis, a segurança alimentar estará em risco.

A cada minuto que passa, o solo é impermeabilizado pela construção, contaminado pelo uso excessivo de pesticidas, herbicidas e adubos, explorado através da agricultura e silvicultura intensiva, envenenado pela deposição de todo o tipo de resíduos e erosionado pela mobilização excessiva e pelos incêndios que deixam milhares de hectares de terra sem cobertura vegetal.

Perante estes factos e perante a inércia da CE relativamente à proteção do solo e do uso sustentável deste recurso que é finito e não renovável, surgiu em setembro de 2016 a Iniciativa de Cidadania Europeia (ICE) “People4Soil” que permitirá fazer um pedido formal à Comissão Europeia de legislar, neste caso, em matéria de proteção do solo.

Esta iniciativa tem de ser apoiada por pelo menos um milhão de cidadãos maiores de idade da UE, em pelo menos 7 Estados Membros da UE. Cabe a Portugal recolher pelo menos 15.750 assinaturas até ao dia 11 de setembro de 2017. Proteger o solo com leis é a primeira maneira de proteger os seres humanos, as plantas e os animais. Sem um solo saudável e vivo, não há futuro.

Neste DIA MUNDIAL DO SOLO, todos os parceiros envolvidos no movimento de cidadania “People 4Soil” convidam os cidadãos portugueses a assinar esta petição que está disponível em www.people4soil.eu

A QUERCUS é a organização coordenadora em Portugal da ICE People4Soil. Outras organizações envolvidas na rede e comprometidas com esta campanha são a AGROBIO – Associação Portuguesa de Agricultura Biológica, COPADONORDESTE - Cooperativa de produtores agrícolas, Sociedade LEIRAS DO CARVALHAL, LPN - Liga para a Protecção da Natureza, OIKOS - cooperação e desenvolvimento, SPCS - Sociedade Portuguesa de Ciência do Solo e ASSOCIAÇÃO TRANSCUDANIA - Associação para a Valorização do Património Histórico e Natural do Concelho do Sabugal.

Lisboa, 05 de dezembro de 2016