Comunicados de Imprensa

LPN dá mais um passo na conservação do lince-ibérico em Portugal

A Liga para a Protecção da Natureza manifesta o seu agradecimento a todos aqueles que percorreram um total de 5.000km pelos trilhos do lince-ibérico e dos que simbolicamente adoptaram o seu peluche.





O Trail do Lince 2016 decorreu a 8 de outubro em Silves e Monchique, duas áreas de ocupação histórica do lince-ibérico. Esta nobre iniciativa desportiva, que conta já com duas edições, tem sensibilizado os portugueses para a causa da conservação deste que é um dos felinos mais ameaçados do mundo e que só existe em Espanha e Portugal, país onde se encontra atualmente Criticamente em Perigo e onde existem apenas menos de 20 exemplares na natureza. A causa reuniu 335 pessoas de vários pontos do país e de fora dele, que percorreram, correndo ou caminhando, um total de 5.000km pelos trilhos daquele que se espera voltar a ser um dos habitats do lince-ibérico e onde a LPN tem trabalhado na preservação do habitat e na informação e educação ambiental – a Serra do Caldeirão.

A adopção simbólica do peluche do lince-ibérico dava acesso ao Trail do Lince e garantia um donativo de €5 à LPN e WWF para a causa da conservação do lince-ibérico. O montante angariado e hoje doado à LPN, no valor de € 1.420, através de Mário Franco, embaixador do Trail do Lince, será aplicado na monitorização das ações de conservação dirigidas ao lince, recorrendo a armadilhagem fotográfica, e no contacto de proximidade com proprietários e caçadores na época de reprodução que se aproxima.

Tito Rosa, Presidente da Direção Nacional da LPN, sublinhou a importância desta iniciativa pois "o primeiro passo para a conservação é a sensibilização e a chamada do compromisso dos cidadãos com os esforços de proteção” e “o Trail do Lince cumpre inteiramente essa missão e ainda o faz pelo lado do desporto e da confraternização".

Porque juntos fazemos realmente a diferença, a LPN agradece à FIRE!, ao Mário Franco – embaixador desta causa, aos municípios de Silves e Monchique, às entidades que se associaram e apoiaram esta iniciativa e, em especial, a todos os que adquiriram o peluche do lince-ibérico e participaram no trail, e que desta forma contribuíram para dar  continuidade ao trabalho de conservação daquele que é um dos símbolos da nossa paisagem – o lince-ibérico.

Veja o vídeo do trail em http://tinyurl.com/traillince2016

A caminhada da LPN pela conservação do lince-ibérico teve início em 1979, com a campanha nacional "Salvemos o Lince e a Serra da Malcata". Como resultado, a Serra da Malcata viria a tornar-se uma área protegida e a população portuguesa ficara a conhecer esta espécie, que se tornara emblemática. Mas no terreno as ameaças intensificaram-se e um preocupante cenário de pré-extinção do lince-ibérico em Portugal levou a LPN a criar em 2004, numa parceria com a Fauna & Flora International, o Programa Lince. Desde então, tem trabalhado ativamente para assegurar a conservação e a gestão a longo prazo de áreas com habitat adequado a esta espécie no Alentejo e Algarve. Sempre numa estreita parceria com entidades e agentes locais, o Programa Lince traz no seu longo percurso a criação de corredores ecológicos em olivais, a recuperação de áreas ardidas e galerias ripícolas, a criação de abrigos artificiais, bebedouros e sementeiras para o coelho-bravo (a sua principal presa) e de tocas artificiais e charcas para o lince. A par destas medidas, mantém um importante papel na auscultação, informação, educação e sensibilização ambiental das populações, locais e nacional, para a importância desta grande riqueza do nosso património natural. Este é um trabalho que a LPN mantém recorrendo em parte a fundos comunitários ou nacionais, num esforço complementado com o apoio dos seus associados, donativos e campanhas de angariação de fundos.

25 de outubro de 2016