Pareceres

Parecer para o Quadro de Acção Prioritário para a Rede Natura 2000

A  LPN  observou  com  alguma  perplexidade  e  séria  preocupação  a  proposta do Ministério do Ambiente para o  Financiamento  da  Rede  Natura  2000.  As  razões  para  a  apreciação negativa deste documento prendem-se, antes de mais, com as graves omissões no documento, relativamente  a  espécies,  habitats  e  medidas,  que  inviabilizam  uma  planificação  séria do acesso e plena utilização dos fundos comunitários a disponibilizar  do Quadro agora iniciado.
O documento apresentado pelo ICNF é demasiado generalista, vago e pouco operacional para 
a aplicação eficaz dos diferentes fundos.